Jornal Mundo Espírita

Setembro de 2019 Número 1622 Ano 87

Desencarnação de Hermínio Correa de Miranda

agosto/2013

Desencarnou, no Rio de Janeiro, em 8 de julho de 2013, aos noventa e três anos, Hermínio Correa de Miranda, nascido no dia 5 de janeiro de 1920, em Volta Redonda-RJ.

Formado em Ciências Contábeis, trabalhou na Companhia Siderúrgica Nacional até se aposentar. Seu trabalho o levou a viver cinco anos em Nova Iorque, EUA, onde aprimorou seu inglês e tornou-se exímio tradutor dessa língua.

Seu primeiro livro, Diálogo com as sombras, foi publicado em 1976. Depois vieram muitos outros títulos, em torno de quatro dezenas, no total. A maioria se tornou best-seller e seus direitos autorais foram cedidos a instituições filantrópicas. Hermínio foi respeitado pesquisador, escritor, tradutor e homem de bem.

Entre suas obras, podemos citar Diversidade dos carismas, O exiladoA irmã do vizir, Histórias que os Espíritos contam, A memória e o tempo, Nossos filhos são Espíritos, Cristianismo – a mensagem esquecida, As marcas do Cristo, Sobrevivência e comunicabilidade dos Espíritos, Nas fronteiras do Além, Reencarnação e Imortalidade, Candeias da noite escura, entre outros.

Hermínio colaborou, durante muitos anos, com a revista Reformador, da FEB, escrevendo a seção Lendo e Comentando e com artigos avulsos.

Assine a versão impressa
Leia também