Jornal Mundo Espírita

Agosto de 2019 Número 1621 Ano 87
Sugestão de Leitura Envie para um amigo Imprimir

Compromissos de amor

janeiro/2015 - Por Marco Antonio Negrão

Amar o próximo como a si mesmo: fazer pelos outros o que quereríamos que os outros fizessem por nós”, é a expressão mais completa da caridade, porque resume todos os deveres do homem para com o próximo.(…) A prática dessas máximas tende à destruição do egoísmo. Quando as adotarem para regra de conduta e para base de suas instituições, os homens compreenderão a verdadeira fraternidade e farão que entre eles reinem a paz e a justiça. Não mais haverá ódios, nem dissensões, mas, tão somente, união, concórdia e benevolência mútua.

O Evangelho Segundo o Espiritismo – Allan Kardec- cap. XI, item 4.

Iniciamos mais um ano. Como muitos, fazemos as nossas reflexões sobre o que passou, como nos comportamos, quais foram as nossas respostas aos diversos fatos ocorridos. E, principalmente, quais são as nossas propostas de renovação para que cada ano seja um degrau a mais no nosso despertamento.

Nada mais apropriado, portanto, do que sugerirmos, para este mês, esta publicação da editora LEAL.

Psicografada por Divaldo Pereira Franco, nos traz textos de autoria de diversos Espíritos de escol, todos concitando-nos à responsabilidade de lutarmos contra as nossas paixões inferiores, essas condicionantes para os momentos infelizes que temos na Terra.

Joanna de Ângelis, na apresentação, nos informa que algumas das mensagens foram publicadas na imprensa Espírita e secular e, para a edição do livro, foram revisadas pelos autores para melhor harmonia no conjunto.

Quando olhamos o Sumário constatamos que os Espíritos Amélia Rodrigues,  Anália Franco,  Arthur Lins de Vasconcellos, Bezerra de Menezes, Cáritas,  Deodoro [da Fonseca, Marechal), Fabiano de Cristo,  Frei Francisco D’Ávila,  Irmão X, Joanna de Ângelis,  Padre Natividade,  Selma Lagerlöf , Silvério, Vianna de Carvalho, Victor Hugo e Yvonne do Amaral Pereira contribuíram com suas mensagens para a composição da excelente obra.

Amélia Rodrigues, com sua singeleza e amor profundo, escreve sobre a graça da oportunidade de ser Mãe. Agradece o sacrifício de Maria, que recebeu esse Ser especial entre nós, e que é lembrado, pela maioria das pessoas,  somente num único dia e ainda contaminado pelos apelos mercadológicos que desvirtuam o sentido da Sua vinda ao planeta.

Outras mensagens de sua lavra: Amor Santificado, Crianças: Suaves Amanheceres da Humanidade, Cidadão do Futuro, Educação Para a Plenitude do Ser e Canto da Esperança.

Anália Franco, quando encarnada na Terra, foi uma lutadora intransigente contra os preconceitos, dedicando-se à luta pelo ideal de igualdade entre homens e mulheres,  negros e brancos e nunca acovardou-se nos momentos em que suas crenças foram postas em xeque pelos costumes da época.

Na mensagem Mansuetude, trabalha a diferença entre mansidão e covardia moral. Quando fala sobre a educação, em Respeito e Amor à Criança nos assevera que: O criminoso de hoje é a criança maltratada de ontem.

E, nos chama a atenção para que nos lembremos de que A criança de qualquer matiz é solo virgem que aguarda o amanho do arado educativo.

Outras mensagens: Viajores do Porvir; Reconhecimento Profundo e Mães Abnegadas – Filhos Ingratos.

Joanna de Ângelis contribui com quatro mensagens, em seu estilo próprio e inconfundível – objetivo, mas amoroso, que nos levam à reflexão do nosso comportamento: Mensagem de Ano Novo, O Amor e a Eternidade, A Benção do Tempo e Mensagem aos Jovens.

Bezerra de Menezes, com seu carinho fraternal, nos oferece: Conquistas e Responsabilidades,  Advertência Oportuna, Súplica de Amor e Página de Encorajamento.

Não temos espaço suficiente para detalhar a oportunidade e riqueza de cada mensagem dos bondosos amigos espirituais. Mas, não podemos deixar de mencionar as da venerável Yvonne do Amaral Pereira que, com Doutrina Ímpar e Comportamento Mediúnico encerram a obra.

Ressalta, em Doutrina Ímpar: A mensagem evangélica de que se faz portador (o Espiritismo), atualiza-a com as revelações do Além-Túmulo, confirma a grandeza de Jesus e dos Seus ensinamentos, restaura-Lhe a luminosa diretriz do amor como a mais eficaz terapia para a vida de todas as criaturas.

E alerta Joanna de Ângelis, na apresentação da obra:

O sentido e o significado da existência terrena é proporcionar ao Espírito, no seu processo de reencarnação, as realizações dignificantes dos seus compromissos de amor. (…)

Com Jesus, o pensamento ético de Sócrates e de Platão encontrou ressonância na Sua proposta de amor e favoreceu o renascimento da diretriz ética do amor, como dever imediato para a libertação das amarras ancestrais.

As lições do Mestre Galileu, impregnadas de doçura e de energia, delinearam os caminhos que devem ser seguidos, a fim de que cada qual encontre o de que necessita, sem tombar na ansiedade, no medo, na solidão, esses perversos fatores de perturbação.(…)

Uma sinfonia de bênçãos começou a vibrar nos corações enquanto os céus penumbrosos vestiram-se de miríficas claridades, anunciando que a felicidade era possível graças ao despojamento do ego, a iluminação do Espírito pela vivência do amor em todas as suas formosas expressões.

Esperamos ter contagiado o leitor com o desejo de aproveitar os dias novos e ler Compromissos de Amor.

 

Assine a versão impressa
Leia também