Jornal Mundo Espírita

Setembro de 2019 Número 1622 Ano 87

Canal de Deus

setembro/2010

É sempre abençoada a doação.

De qualquer forma que seja feita, ela atinge o destino, enriquecendo de alegria aquele a quem se dirige.

É melhor, porém, quando se faz acompanhar pela alegria do ofertante, pois que o felicita igualmente.

Há quem doe, como se se estivesse desobrigando de um desagradável dever, assim como outrem que o faz assinalado por injustificável mágoa.

Existem pessoas que dão, especulando, e aguardam receber de volta algo melhor, da mesma forma que outras o fazem constrangidamente.

Seja a tua, a doação livre e rica de gozo, porquanto, da mesma maneira que ofertares, assim o receberás.

*

Observa a tua atitude quando dás.

Examina-a cuidadosamente e descobrirás, logo depois, outras oportunidades para prosseguires fazendo a tua dádiva, que pode ser o pequeno tempo de atenção que cedas a um aflito, ou a tua energia socorrista, ou ainda a tua provisão material…

O hábito de dar ensinar-te-á a bênção da autodoação ou contribuição plenificadora.

*

Quando dás com alegria, a lei de Deus, perfeita em todas as suas manifestações, cumpre-se através de ti, pois que se exterioriza, clara e ardorosa, como expressão de fé e amor.

Assim, comparte, livre e incondicionalmente, a tua dádiva com o teu próximo, regozijando-te com a recompensa de paz, que fruirás.

*

A elevada ação de quem doa, dele faz um canal pelo qual passa o bem de Deus na direção de todas as criaturas.

Num mundo que se caracteriza pelas necessidades e pedidos, torna-te doador do bem incessante, feliz pela oportunidade de repartir.

A tua aura de generosidade se exterioriza e atrai todos aqueles que se encontram em carência, confiantes de que, na aspereza da luta que travam, não lhes faltará o socorro para tornarem-se completos.

Nada melhor do que ser canal de Deus.

Luta e insiste a fim de prosseguires como instrumento da Divindade, atingindo o clímax, quando te tornares maleável e de fácil acesso para a finalidade do Amor.

(Momentos de Esperança, Divaldo Franco/Joanna de Ângelis, cap. 13, ed. Leal)

 

Nessa reta final para terminar o ano, em que muitas vezes já estamos cansados devido às inúmeras atividades desenvolvidas, reflitamos se continuamos atuando como um bom “canal de Deus” na evangelização infantojuvenil. Não nos deixemos tomar pelo automatismo, mas sim continuemos nossas tarefas com amor, alegria e ânimo renovado a cada dia.

 

aperfeiçoamento constante

Uma das características da equipe DIJ/FEP é estar sempre em movimento, por causa das inúmeras viagens pelo Paraná a fim de aplicar seminários diversos, mas também porque para atender às necessidades das crianças e jovens da evangelização precisamos estar sempre antenados com o que acontece ao nosso redor. E nada melhor do que aprender coisas novas ou aprimorar os conhecimentos.

Para isso a comunicação é fundamental. Só assim o êxito da tarefa pode ocorrer.

Foi com esse espírito que Ricardo Segundo e Tatyanna Braga de Moraes representaram o DIJ/FEP no VII Encontro de Comunicação Social, promovido pelo departamento de Comunicação Social da Federação Espírita do Paraná.

Foram momentos de reflexão, aprendizado, reforço de conceitos, troca de ideias, além de reencontro com companheiros das diversas UREs do PR e até mesmo do DIJ da FERGS (Federação Espírita do Rio Grande do Sul).

Nesses dois dias nossa mente fervilhou com as várias oportunidades levantadas pelos participantes sobre como melhorar a divulgação da Doutrina Espírita, não só para o público leigo, para aqueles que já frequentam a casa espírita, mas também para o público com o qual o DIJ atua: crianças, jovens, evangelizadores, coordenadores de juventude e a família destes.

Ideias, ideias, ideias, ideias…. Assim foi como nossas mentes chegaram ao final deste encontro tão gratificante e enriquecedor.

Poderia definir como refrigério da alma ter participado do VII Encontro de Comunicação Social Espírita nos dias 14 e 15 de agosto deste ano. Ideias, soluções e direcionamentos foram pontuados e esclarecidos com maestria pelo coordenador Merhy Seba.

A comunicação faz parte da evolução da Humanidade. Desde os tempos imemoriais até os nossos dias é ela que dá a liga para os relacionamentos.

Divulgar nosso trabalho, enquanto trabalhadores da Seara de Jesus, compartilhar informações e conhecimentos é fator imprescindível para o futuro de nossa amada Doutrina Espírita e principalmente do DIJ de nossas casas, onde os nossos jovens e crianças estão sempre antenados com as novas mídias e veículos de comunicação.

DIJ/URE Oeste

Assine a versão impressa
Leia também