Jornal Mundo Espírita

Abril de 2021 Número 1641 Ano 89

Bombas a energia solar levam água limpa a necessitados

outubro/2014

Uma bomba de água solar é apresentada como uma maneira interessante para acabar com a crise mundial da água nas áreas rurais mais remotas.
O sistema, que os moradores podem fazer sozinhos, é capaz de levar água potável limpa e segura para os milhões de pessoas em todo o mundo, que sofrem com a falta do líquido.

A empresa austríaca Pumpmakers criou esse sistema autossustentável, que funciona inteiramente com a energia do sol.

Com ele, mais de oitocentas pessoas podem ter acesso à água potável.
A invenção bombeia cerca de cinco mil litros de água por dia, a partir de uma profundidade de oitenta metros.

A bomba solar tem muitas vantagens, em comparação com outros tipos de bombas: o sistema utiliza energia solar e energia renovável para bombear água de poços. Não precisa de outra energia.

A água também pode ser obtida em dias nublados.

No mundo desenvolvido, basta abrir a torneira para obter água. Isso nos faz esquecer que a água potável é um recurso natural precioso que não chega a todos.

Os números são chocantes: quase oitocentos milhões de pessoas ainda não têm acesso a água potável limpa e segura.

Teste 

O protótipo foi testado com sucesso em uma aldeia de Moçambique.

Pumpmakers trabalha, desde 2012, com uma bomba protótipo Solar, na aldeia Ndzofuine, perto de Chidenguele.

Produção

Para implementar totalmente essa ideia promissora, a Pumpmakers precisa levantar trezentos mil dólares, quase setecentos mil reais.

O dinheiro é para reduzir custos de produção e trazer o sistema para o mercado.
Para fazer isso, a empresa lançou uma campanha de crowdfunding (financiamento coletivo) para arrecadar doações.

Invenções como a bomba solar Pumpmakers são fundamentais para o desenvolvimento das aldeias rurais e remotas, que procuram escapar da pobreza e melhorar sua qualidade de vida, através da energia independente e sustentável.

Sonoticiaboa.com.br,  em 29.5.2014.
Tradução de Kariane Costa.

 

Quando quem desfruta as bênçãos da água limpa, potável e se preocupa em propiciar condições semelhantes ao seu irmão, não importa onde resida, que língua fale ou que tradições culturais cultue, estamos caminhando, verdadeiramente, para o mundo melhor.

São verdadeiros anúncios da Nova Era. Era de paz, onde nos preocuparemos em diminuir as problemáticas do mundo em vez de desejar conquistar mais um pedaço de terra; onde nos debruçaremos sobre as questões do sofrimento que ainda envolve tantos seres humanos, em vez de utilizar a mente para estabelecer mais arrojadas estratégias de agredir o semelhante.

Tempos novos. Já os estamos vivenciando. Que veja quem tem olhos de ver!

Assine a versão impressa
Leia também