Jornal Mundo Espírita

Setembro de 2019 Número 1622 Ano 87

Anúncios da nova era

Estudantes brasileiros brilham em Feira de Ciências e Engenharia

agosto/2017

A Feira Internacional de Ciências e Engenharia da Intel, encerrada em 19 de maio de 2017, em Los Angeles, EUA, encoraja milhões de estudantes a explorar sua paixão pelo desenvolvimento de inovações que melhorem a maneira como trabalhamos e vivemos.

Os finalistas foram selecionados por uma competição local afiliada e receberam uma viagem com todas as despesas pagas para a Feira, que é financiada em conjunto com a Intel e a Intel Foundation.

A competição contou com cerca de mil e oitocentos jovens cientistas de setenta e oito países.

Entre os brasileiros, três projetos receberam prêmios distribuídos pela Intel ISEF: Luiz da Silva Borges (MS), ficou em segundo lugar em sua categoria, com o projeto Hermes Braindeck: uma interface cérebro-computador para comunicação com pacientes inicialmente classificados como comatosos ou vegetativos; Maria Eduarda de Almeida e Juliana Davoglio Estradioto (RS), receberam o quarto lugar com o projeto BioPatriam: preservação da biodiversidade com plantas nativas brasileiras e Desenvolvimento de um novo filme plástico biodegradável com subproduto de Passiflora edulis, respectivamente.

Além dos prêmios da Feira, diversas organizações, que fomentam iniciativas de ciências no mundo ofereceram prêmios adicionais para os finalistas, tendo sido contemplados alguns projetos brasileiros:

1° lugar, da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional: Beatriz da Costa Dantas e Marcelo de Melo Ramalho (RN), pelo projeto Aglomerado de milho: produto ecológico fabricado com cobalto de milho e resíduo de casca;

  • 1° lugar, da Fundação do Qatar, Pesquisa e Desenvolvimento: Matheus Bevilacqua (SP), pelo projeto Remoção de íons de metais pesados de águas residuais industriais usando alginato de polissacarídeo algas;
  • 3° lugar, da Sociedade Meteorológica Americana: Beatriz Fraga e Daniel Oliveira (SC), para o projeto Avaliação da concentração de partículas (PM10): estudo de caso em Camboriú, Brasil;
  • 3° lugar, da Associação Americana de Fisiologia: Isabela Dombrady, Julia Rolim e Maria Gabriela Leal (SP), pelo projeto Autoimagem de atletas com deficiência, um novo significado.

www.tecmundo.com.br/intel/116944-estudantes-brasileiros
-finalistas-maior-feira-ciencias-mundo.htm

Unimos nossas vozes à do vice-presidente de Assuntos Corporativos da Intel e presidente da Intel Foundation: Os estudantes nos inspiram com seu talento e paixão para mudar o mundo. Como um grupo diverso e inclusivo desenvolvendo soluções inovadoras para os desafios globais, esses jovens representam a próxima geração de inovadores.

Assine a versão impressa
Leia também