Jornal Mundo Espírita

Dezembro de 2017 Número 1601 Ano 85

Anúncios da nova era

Voluntários operam de graça crianças com lábio leporino

setembro/2016

Operação Sorriso é a maior organização médica voluntária do mundo.

Reúne profissionais de sessenta países para ajudar exclusivamente a pessoas portadoras de deformidades faciais, especialmente lábio leporino e fenda palatina.

Em quase trinta e cinco anos de trabalho, transformou a vida de mais de duzentas e vinte mil crianças.

No Brasil, as ações começaram em 1997. Já foram realizados mais de noventa e um mil exames e avaliações especializadas e mais de quatro mil e setecentas cirurgias, em treze Estados brasileiros.

Só em 2015, a Organização realizou mais de quatro mil avaliações médicas e ultrapassou o número de duzentas e vinte cirurgias.

Tudo gratuitamente, para devolver a dignidade, funcionalidade e autoestima para milhares de pacientes.

Nos dias 17 e 18 de junho do ano em curso, voluntários da Operação Sorriso realizaram um trabalho fantástico para melhorar a autoestima de crianças carentes.

Eles fizeram cirurgias gratuitas para corrigir fissuras labiopalatais, popularmente conhecidas como lábio leporino ou fenda palatina.

A ação foi em Santarém, no Pará. Pacientes que não foram atendidos no Programa Humanitário de 2015, e ficaram na fila de espera, tiveram agora a oportunidade tão esperada.

Decidimos aumentar o número de cirurgias realizadas, porque sabemos que ainda existem muitas pessoas aguardando por essa oportunidade. A saída encontrada para dar conta dessa demanda foi realizar o atendimento fora da época da missão, visto que temos uma capacidade limitada de atendimento durante os programas humanitários, explicou Ana Stabel, diretora executiva da Operação Sorriso.

Dezesseis pacientes passaram por consulta com voluntários das áreas de Cirurgia Plástica, Enfermagem, Fonoaudiologia, Psicologia, Odontologia, Anestesia e Pediatria.

Eles foram selecionados pelo médico e cirurgião plástico Josivan Pedroso, voluntário da Operação Sorriso.

As cirurgias foram no Hospital Regional Baixo Amazonas, no bairro Diamantino.

Em setembro, a Operação Sorriso volta à cidade para a realização do Programa Humanitário 2016, que estará também nas cidades de Mossoró (Rio Grande do Norte, Fortaleza (Ceará) e Porto Velho (Rondônia).

www.sonoticiaboa.com.br

Assine a versão impressa
Leia também