Jornal Mundo Espírita

Setembro de 2019 Número 1622 Ano 87

Alvorecer ação social e educacional

novembro/2008 - Por Rosângela Aguirre de Castro

O trabalho desenvolvido pelo Alvorecer Ação Social e Educacional é uma história de amor, seus resultados comprovam que a ação social comprometida transforma vidas.

Teve sua origem na década de 80, com a distribuição de sopa para as famílias carentes. Inicialmente, eram as mães que buscavam o alimento, sendo substituídas, mais tarde, por seus filhos.

Assim, no ano de 1992, foi fundado o seu primeiro departamento, conhecido como Guarda Mirim Joana D’Arc.

Então, o Programa de Aprendizagem “Joana D’Arc” passou a desenvolver ações educativas de capacitação profissionalizante, visando a inserção de adolescentes em situação de pobreza e risco social no mercado formal de trabalho.

Posteriormente, foi fundado o Centro Espírita Irmã Scheilla com a finalidade de oferecer apoio espiritual à obra sócio-educacional.

Em visita domiciliar às famílias dos adolescentes, uma das mães sugeriu uma Guarda para os adultos. Pessoas que não tivessem “…muito estudo, sem preparo e qualificação profissional, com uma certa idade e sem emprego…”.

Foi deste pedido que nasceu o “Programa do MAIOR Aprendiz Joana D’Arc” propiciando desenvolvimento pessoal e habilidades básicas, melhoria no processo de comunicação, relação social, trabalho em equipe e ética no trabalho, entre outros, visando a inclusão e a permanência de adultos no mercado formal.

Este programa é um sucesso, já que mesmo os adultos com baixa escolaridade, semianalfabetos, conseguem superar essa limitação, mostrando no processo seletivo pelas empresas uma boa comunicação, desempenho no trabalho em equipe e auto estima elevada, o que faz com que as empresas os contratem.

Conforme dados colhidos pela Instituição, 65% dos adultos que participaram deste programa foram contratados pelas empresas com carteira de trabalho assinada.

Com o passar dos tempos, nas reuniões realizadas com as mães, estas solicitavam apoio na educação dos filhos. A partir daí, durante dois anos, foram realizadas reuniões reflexivas e sistemáticas para esta finalidade, culminando na parceria com o Lar Fabiano de Cristo, no ano de 1999, para desenvolver atividades de Promoção Integral da Família.

Desde então, a nossa missão é promovê-las integralmente quando em situação de exclusão social, através do enfrentamento das causas que produzem a miséria material, social, moral e espiritual, contribuindo, assim, para o seu equilíbrio.

Cada família constrói seu Plano de Qualidade de Vida, elencando as causas da miséria e as ações para eliminá-las. E, a partir destas ações, são estabelecidas as metas a serem atingidas.

O processo de promoção integral tem duração de 05 anos, sendo que as famílias são acompanhadas pelo serviço social da Instituição, que realiza entrevistas e visitas domiciliares.

Atualmente, realizamos a promoção integral de 126 famílias, no município de Curitiba, em 02 locais: nos Bairros Alto e Cajuru/Acrópole. Desta forma, com o atendimento a 352 crianças e adolescentes.

Todas as ações da Instituição estão voltadas para atender as necessidades das famílias, de todos os seus integrantes., desde o bebê em gestação até o idoso.

O trabalho é consolidado e reconhecido pela comunidade. Mais de 80% dos adolescentes concluíram o segundo grau e, muitos, foram contratados pelas empresas parceiras através do Programa do Adolescente Aprendiz.

O resultado de todo o nosso trabalho está no fato de que 34% das famílias, que concluíram o projeto de Promoção Integral da Família, romperam a cadeia da miséria, passando a viver com dignidade.

Somos uma gota no oceano, mas o oceano é formado por gotas

Assine a versão impressa
Leia também