Jornal Mundo Espírita

Dezembro de 2017 Número 1601 Ano 85

Alfred Russel Wallace

julho/2008

Naturalista inglês, nasceu em Usk, Monmouthshire, a 8 de janeiro de 1823 e desencarnou a 7 de novembro de 1913, em Broadstone, Dorset.

Êmulo de Darwin descobriu à mesma época deste famoso cientista, a lei de seleção natural das espécies ou do transformismo biológico.

Durante um período aproximadamente de três anos pesquisou a fauna brasileira, nos Rios Amazonas e Negro.

Os dois, Charles Darwin e Alfred Russel Wallace, são tidos, ainda hoje, como os maiores expoentes científicos na área.

Wallace distanciou-se de Darwin, ao admitir “a intervenção de causas não identificadas na evolução das espécies”, de profunda conotação espiritualista.

Recebeu o título de “Sir” e foi presidente da Sociedade Real de Antropologia.

Na obra “Le Moderne Spiritualisme” fez profissão de fé espírita, ao afirmar:

“É por certo coisa fácil dizer que o que refiro é “impossível”. Eu sustento, porém, que é rigorosamente verdadeiro, e nenhum homem, por maior que seja o seu talento, possui o conhecimento integral dos poderes da Natureza para estar autorizado a qualificar de impossíveis fatos que eu e outros muitas vezes verificamos.

“Eu era um materialista tão completo e convicto, que não podia haver no meu espírito lugar para a existência espiritual e para qualquer outro agente universal, senão a matéria e a força. Os fatos, porém, são coisas bem teimosas.

“A minha curiosidade foi a princípio despertada por alguns fenômenos ligeiros, mas inexplicáveis, que se produziam numa família de minhas relações, e o meu desejo de saber e o amor pela verdade obrigaram-me a prosseguir nas investigações. Os fatos tornaram-se cada vez mais exatos e variados, e ao mesmo tempo distantes de tudo o que a ciência moderna ensina e de todas as especulações da filosofia atual.

“os fatos venceram-me, forçando-me a admitir como tais, muito antes que eu pudesse conciliar a explicação espiritual; ainda não havia na forja de meus pensamentos espaços para essa concepção; mas lentamente foi-se-lhe abrindo lugar.”

Assine a versão impressa
Leia também