Jornal Mundo Espírita

Setembro de 2019 Número 1622 Ano 87
Trabalhadores do Bem Envie para um amigo Imprimir

Abibe Isfer

Dados biográficos

maio/2008

Verdadeira legenda do Movimento Espírita em nosso Estado, nasceu em 10 de fevereiro de 1896, na então capital federal, Rio de Janeiro, desencarnando em 9 de abril de 1986, aos 90 anos de idade, trabalhando até o fim, sempre mantendo abertas as portas de sua residência para todos os tipos de necessitados.

Em 1930, passou a integrar o Conselho da Federação Espírita do Paraná.

Após a desencarnação de João Ghignone, em 1978, assumiu a presidência da FEP.  Em seguida foi eleito presidente para o mandato de 1979 a 1981.

Durante 40 anos exerceu a vice-presidência da Federação, numa atuação conjunta e harmônica com Ghignone, ajudando a construir e a instalar os principais departamentos da FEP que ainda hoje prestam expressivos serviços à comunidade espírita.

Lins de Vasconcellos, antes de desencarnar em 21 de março de 1952, passou seus bens materiais para que ele, com Ghignone, os administrasse nas obras de assistência social e de educação. Agiu com enorme correção, o que possibilitou a manutenção dos recursos que dão sustentação às frentes de ação da Federação.

Atuou no ramo de seguros para atendimento de suas necessidades pessoais, ao lado de sua esposa Ana Elvira Moletta que desencarnou em 3 de dezembro de 1936. Manteve-se viúvo até o fim da vida, vivendo para os 7 filhos.

Dedicou grande parte de seu tempo ao campo dos serviços mediúnicos, nas áreas de receituário, passe e tratamento físico de doentes.

Ia constantemente ao Hospital Espírita de Psiquiatria Bom Retiro, para dar assistência mediúnica aos internos.

Tornou-se espírita ao observar os fenômenos de efeitos físicos produzidos por sua inseparável companheira.

O Centro Espírita Abibe Isfer, na Alameda Cabral em frente à FEP, é legítima homenagem que se presta a esse incansável trabalhador, que deu decisiva contribuição à fixação do Espiritismo em terras paranaenses.

Assine a versão impressa
Leia também