Jornal Mundo Espírita

Agosto de 2019 Número 1621 Ano 87

A ONU e a pena de morte

março/2008

Ao apagar das luzes do ano de 2007, em dezembro, a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas aprovou, por 104 votos contra 54, uma resolução que condena definitivamente a pena de morte em todo o Planeta. No presente, 25 países ainda promovem execuções, entre eles a China, o Irã, o Iraque, o Paquistão, o Sudão e os EUA. Em 2006, diz a Agência Internacional de Notícias EFE, foram mortas 1.591 pessoas.

Assine a versão impressa
Leia também