Jornal Mundo Espírita

Setembro de 2019 Número 1622 Ano 87

A caminho da união

junho/2013

A necessidade de estabelecer a união de todas as sociedades espíritas do Brasil, para facilitar a propaganda do Espiritismo e tornar eficiente o seu resultado, é reconhecida por todo mundo, não só como meio de valorizar o homem e ajudar a sua reforma interior, como para alcançar a melhoria das instituições sociais, orientadas pelos ensinos cristãos e integradas num sistema ou regime social democrático solidarista, resultante da compreensão do que é a vida e da sua finalidade superior que é o aperfeiçoamento progressivo e intérmino de todos os seres.

 

Amor e união

A impressão geral de todos os que tomaram conhecimento (…) do Pacto Áureo de Confraternização dos Espíritas do Brasil, foi de quase absoluto otimismo.

(…) a Federação Espírita do Paraná referendou o acordo,  no dia 9[de outubro de 1949], deliberando aderir à FEB e confirmando o gesto de seu presidente João Ghignone.

Agora, no curso dos acontecimentos, é razoável que todos os confrades meditem sobre a boa aplicação que devem fazer dos seus conhecimentos, da sua experiência e da compreensão que a nossa Causa pede ou exige de cada um daqueles que estão na mesma senda ou pretendem seguir o caminho que Jesus nos traçou.

Divididos, separados, vivendo em compartimentos estanques, embora solidários no ideal, seríamos facilmente destroçados pelas adversidades que mais cedo ou mais tarde teremos de encontrar na marcha da vida. Unidos saberemos ou procuraremos estudar os meios para errar menos e acertar mais, buscando suprir as nossas deficiências individuais e aumentar a eficiência coletiva para o bem da humanidade.

Lins de Vasconcellos

Lins, Neste Mundo e no Outro – Primeira Parte, cap. Amor e União, ed. FEP.

 

Foi em clima de verdadeira união e unificação que aconteceu a reunião setorial do DIJ, na reunião da Comissão Regional Sul, nos dias 26 a 28 de Abril, no município de Embu das Artes-SP.

A Federativa anfitriã, União das Sociedades Espíritas de SP – USE, proporcionou momentos de alegria e refazimento de energias, unindo a simplicidade e a contemplação da natureza bem como o acolhimento dos participantes pela sua equipe de trabalhadores.

Sob a coordenação geral de Miriam Dusi, Coordenadora Nacional da Área de Infância e Juventude e Cirne Araújo, Assessor, ambos da Federação Espírita Brasileira – FEB, contando com a participação de todos os  Estados componentes – RS, SC, PR, SP, RJ, MS –  e, como convidado, o DIJ do Uruguai,  a reunião transcorreu de maneira produtiva.

A pauta extensa foi cumprida, mas eram tantas as trocas de ideias e sugestões para o aprimoramento da tarefa da evangelização infantojuvenil, que as quase sete horas de reunião não foram suficientes.

Todos saímos com uma grande lição de casa, para ser feita e apresentada na próxima reunião, em 2014,  além do acompanhamento do Plano de Trabalho do DIJ/FEB 2013-2017. Certos de que com amor, dedicação e o amparo da Espiritualidade amiga, que dirige os trabalhos da área de Infância e Juventude do nosso país, superaremos todos os obstáculos e atingiremos os objetivos propostos.

Lembrando do nosso benfeitor Lins de Vasconcellos, que sempre foi um defensor da união e unificação, como evidenciado nos textos transcritos, jamais desprezemos as oportunidades de trocarmos ideias e fortalecermos os laços com as Federativas do nosso amado País, considerando que Unidos saberemos ou procuraremos estudar os meios para errar menos e acertar mais, buscando suprir as nossas deficiências individuais e aumentar a eficiência coletiva para o bem da humanidade.

 

Saiba mais…

Conheça o plano de trabalho no site www.dij.febnet.org.br

Entre no ícone sou evangelizador para fazer o download.

Contamos com sua colaboração para juntos atingirmos as metas estabelecidas!

Assine a versão impressa
Leia também