Jornal Mundo Espírita

Agosto de 2019 Número 1621 Ano 87
Notícias das URES Envie para um amigo Imprimir

4ª URE

maio/2015 - Por Graça Maria Cruz

Desencarnação de Humberto Marcolin

Foi no dia 11 de fevereiro, dois dias após completar cento e três anos de idade. Marcolin foi um dos fundadores do Lar Anália Franco, entidade filantrópica ligada ao Centro Espírita Camille Flammarion, de Cambará, e que, em 2014, completou quarenta anos de existência. Naquela oportunidade, o presidente da FEP, Luiz Henrique da Silva, esteve na cidade proferindo a palestra O Cristo Consolador.

Humberto Marcolin soube exemplificar o aprendizado cristão, durante toda  sua existência. Dedicou-se à mediunidade prática até por volta dos noventa e cinco anos. Aos noventa e nove anos, ainda era visto caminhando pelas ruas de Cambará, demonstrando o valor da autonomia humana.

Era viúvo de Vanda Marcolin, que também colaborou na fundação do Lar Anália Franco. Pai de cinco filhos, deixou muitos netos e alguns bisnetos.

 

Qualificação do trabalhador da mediunidade

Dando continuidade ao Projeto, iniciativa da FEP, integrantes de Centros Espíritas filiados a essa URE, sediada na cidade de Bandeirantes, realizaram no dia 21 de março, na União Espírita Jesus de Nazaré, na cidade de Santo Antonio da Platina, o 18º Encontro, cujo início se deu no ano de 2013.

Foram coordenadores Dorival da Silva, presidente da  URE e Magna Yamashita, de Santo Antonio da Platina.


Foto: Graça Maria Cruz

Assine a versão impressa
Leia também