Jornal Mundo Espírita

Agosto de 2019 Número 1621 Ano 87

2º Simpósio da Associação Médico-Espírita do Paraná – SIMPAME

novembro/2016 - Por Inês Dumas

Uma mudança na relação entre médico e paciente, em que a doença deixa de ser o foco central do tratamento, e a atenção passa a ser voltada para o todo: mente, corpo, espírito e estilo de vida foi a proposta da Medicina Integrativa, debatida por renomados médicos e outros profissionais da saúde, da região Sul, durante  o evento, nos dias 23 e 24 de setembro, no Teatro da FEP, sob o título Saúde, Ciência e Espiritualidade – Conexão do Conhecimento para a Saúde Integral.

De acordo com o presidente da AME-Paraná e professor de ginecologia e obstetrícia da Universidade Federal do Paraná, Dr. Edson Gomes Tristão, o objetivo do Simpósio foi reunir acadêmicos e profissionais de saúde: médicos, psicólogos, enfermeiras, assistentes sociais, terapeutas holísticos e ocupacionais, estudiosos e pesquisadores, além de grupos religiosos, espíritas e espiritualistas para promover a Conexão do Conhecimento para a Saúde Integral. Ele defende o conceito de que a saúde não é somente a ausência de doenças, mas sim o conjunto harmônico de saúde física, mental, social e espiritual, em que dever ser tratado o doente e não a doença.

Em paralelo ao Simpósio,  foi realizado o Encontro das Associações Médico-Espíritas da Região Sul – EncontrAME-Sul.

Foto: AME/PR

Assine a versão impressa
Leia também