Jornal Mundo Espírita

Setembro de 2019 Número 1622 Ano 87

25 anos de Momento Espírita

julho/2017

Há 25 anos, em maio de 1992, na gestão de Napoleão de Araújo, Maurício Roberto Silva e José Virgílio Góes, pela Rádio Ouro Verde, ouviu-se por primeira vez: Está no ar: Momento Espírita – O programa que traz o Espiritismo para bem perto de você.

É ouvido pelas pessoas em geral, em seus carros, em seus equipamentos eletrônicos, nas empresas, nas organizações em geral. Seus escritos são buscados por professores, alunos, religiosos e o grande público. Editados com imagens, são veiculados por diversas mídias. Encontram-se, inclusive, seus textos nas mídias sociais, como autor anônimo.

A bem da verdade, além de seu sucesso em vinte Estados onde é retransmitido, é de grande significação a manutenção do seu espírito, da sua essência, ao longo desse tempo.

Desde as primeiras ideações da FEP, de um programa em rádio, tinha-se o firme propósito de que não deveria ser um programa com o objetivo de obter prosélitos para o Espiritismo.

Deveria ser dedicado ao povo, ao ouvinte, sem qualquer conotação de credo, de raça, de idade, de classe social. E para ser o mais universal possível, seu destino deveria ser o coração de cada um, muito mais do que o intelecto. Não era para se pensar muito, mas para se sentir e se emocionar em cada audição.

Palavras simples, comunicação direta e objetiva, assunto restrito e pontual, que atendesse as necessidades humanas.

Tinha-se o perfil do ouvinte que serviria de parâmetro sobre o alcance de cada mensagem: era aquele que, estando no transporte coletivo, lotado como sempre, ao ouvir a mensagem, mesmo sem poder prestar muita atenção, entendesse o recado, sentindo tudo, de modo que fosse suficientemente envolvente que tirasse sua mente e sua emoção do desconforto que enfrentava, pelo tempo que durasse.

Além do modelo pretendido, um outro fator primordial: cinco minutos de duração e em horário em que as pessoas estivessem se movimentando para o dia. Em casa, se preparando para sair ou para assumir as tarefas pela frente. Nos seus carros, no trânsito. Nas empresas, iniciando expediente. E, claro, o usuário do transporte coletivo, firme na lida inicial do dia…

Essa ideia somente poderia ter vindo de quem era do meio de comunicação. Nesse caso, Paulo Roberto Oliveira, profissional da área, diretor da Rádio, que veio, no decorrer do tempo, emprestar sua voz na locução dos programas, sendo hoje sua marca registrada.

Paulo foi muitíssimo feliz na sugestão e no auxílio na formatação do programa, e, diga-se, no seu encaixe na programação da Rádio Ouro Verde, no horário pretendido, antes de um outro programa de grande audiência: 6h55.

Um pouco adiante no tempo, também começou a ser veiculado quando do retorno de todos esses ouvintes para seus lares ou para outros destinos (inclusive o nosso usuário do transporte coletivo): 18h55.

Uma ideia, um formato, um canal de comunicação estava ganhando forma.

Agora era hora de conteúdo e edição.

Grupo de amigos e confrades se somaram nessa empreitada, o que vem acontecendo até hoje.

Cada dia um texto diferente. Pensar, escrever, revisar… 25 anos assim acontecendo.

Vários amigos colaboraram numa ou mais das tarefas, uns por mais tempo, outros por menos tempo.

São 25 anos de identidade com as ideias iniciais adotadas. Conteúdo e qualidade comprovados.

Há aí, também, um fator determinante para isso: uma pessoa sempre presente, em todas as etapas do trabalho, quer seja escrevendo grande parte de todos os programas, quer revisando,  coordenando equipe, ajustando detalhes, corrigindo situações, supervisionando, selecionando, preparando também livros, CD’s. Incansável, permanente, persistente, dedicada.

Maria Helena Marcon foi, é e continua sendo essa pessoa que, nos bastidores operacionais, dá sustentação ao Momento Espírita, em todas as suas expressões e veiculações. Conteúdo e qualidade têm seu DNA, juntamente com daqueles colaboradores de agora e de todos os tempos.

Possivelmente, os seus idealizadores não imaginaram que Momento Espírita alcançasse tanto êxito, quanto tivesse tantos desdobramentos.

Reconhecendo a indiscutível utilidade e versatilidade para comunicação com o indivíduo e com o mundo que a Internet propicia, em 1998, foi posta no ar a página eletrônica.

Logo, os textos ganhariam versões para os idiomas espanhol, inglês, francês e italiano, contando com tradutores voluntários no Brasil e no Exterior, alargando-se a equipe sem fronteiras.

Os CDs começaram a ser produzidos em dezembro de 1996, multiplicando-se as ideias de textos selecionados, para as trilhas sonoras inéditas, aos temáticos, aos específicos para o público infantil, totalizando quarenta e um volumes.

Os CDs superam o número de quatrocentos e oitenta mil produzidos e os doze livros somam cento e vinte e cinco mil e quinhentos volumes. Uma marca considerável!

Mais de vinte e dois mil cadastrados recebem, na semana, em seus endereços eletrônicos textos selecionados dos programas que vão ao ar, em idêntico período.

E muitos são os depoimentos que chegam, narrando da mudança de rumo na própria vida, após ouvir um ou outro texto.

Quantas vezes a vinheta do programa Momento Espírita foi ao ar nesses vinte e cinco anos? Impossível a contagem, com tantas emissões radiofônicas, tantos áudios disponibilizados no site.

É com alegria que comemoramos esta data.

É com alegria que lembramos os idealizadores, os redatores da primeira hora, os da atualidade, os que colaboraram de tantas e diversas formas, os funcionários, o apresentador que dá vida aos textos, elaborados no carinho e na dedicação das horas pelos voluntários, a criatividade na mixagem, pelo técnico Marcelino Mores Filho, apaixonado pelo que faz.

É com alegria que partilhamos com todos os ouvintes, internautas e leitores do Momento Espírita este dia.

Gratidão a Deus pela oportunidade do trabalho, pela ampla divulgação da mensagem da Boa Nova.

Gratidão ao Espírito Lauro Schleder que, da Espiritualidade, coordena toda a equipe, prosseguindo com seu trabalho de divulgador das luzes do amanhã.

Rogativa aos céus para que na multiplicação dos anos se multipliquem igualmente as bênçãos do Momento Espírita, mantendo-nos todos sob os cuidados do Mestre Jesus.

25 anos – um marco. Uma responsabilidade.

Para a comemoração, com alegria e emoção, no dia 24 de maio, no Teatro da FEP, estiveram presentes amigos, confrade ouvintes do agora e de muitos anos.
O Teatro ficou lotado.

O Setor de Artes da FEP se esmerou nas apresentações do Coral do Centro Espírita Ildefonso Correia, com Fábio Cardoso ao piano e Liane Guariente como maestrina. A seleção das músicas foi conduzindo o público a renovadas e mais altas emoções.

Vídeo sintetizando o quarto de século alcançado, os tantos caminhos abertos, as conquistas realizadas foi apresentado.

Paulo Roberto apresentou três Momentos Espíritas. Um deles, acompanhado pelas vozes em quase sussurro dos componentes do Coral e dois outros, exatamente como os grava,  no estúdio da FEP.

Foi uma festa de corações, de muitos abraços, de encontros e reencontros. Uma noite de luz, que prosseguiu no hall do Teatro, com Paulo Roberto à disposição para os autógrafos e muitas fotos.

Assine a versão impressa
Leia também