Jornal Mundo Espírita

Agosto de 2019 Número 1621 Ano 87

1º Encontro Estadual da Área de Assistência e Promoção Social Espírita – APSE

dezembro/2018

Com objetivos bem definidos (refletir sobre o papel das instituições espíritas com relação às atividades da APSE e sobre a verdadeira caridade), a área, sob o comando de Miriam Feuerharmel, realizou o evento, no dia 27 de outubro, nas dependências do Recanto Lins de Vasconcellos, em Balsa Nova.

A partir do censo, que apurou a existência de mais de três mil voluntários atuando em cento e quarenta casas Espíritas, assistindo um pouco mais de vinte e três mil pessoas, foram distribuídas as vagas entre as UREs.

Duzentos e noventa e sete foram os inscritos, vindos das variadas regiões do Estado. A tarefa foi abençoada com o cessar da chuva e um sol há muito aguardado e que se permitiu bailar no céu o dia todo.

Após a abertura, que contou com o presidente e vices da FEP, e a coordenadora nacional da Área, Maria de Lurdes Pereira de Oliveira,  Rubens Marcon, diretor do Recanto Somos Todos Irmãos – RESTI e da Associação Espírita de Maringá – AMEM, abordou os aspectos legais da Assistência Social, com seus inúmeros diplomas disciplinadores, orientadores, normatizadores e sistematizadores, envolvendo órgãos governamentais e instituições prestadoras de serviço.

Divaldo Pereira Franco serviu-se da palavra para as considerações em torno de O trabalhador e o assistido.

Destacou sua alegria por estar em Curitiba sob a proteção da FEP, que visita desde abril de 1954 e afirmou que falaria de coração para coração, repartindo a sua experiência, adquirida ao longo de setenta anos de atividades.

Rememorou a proposta do Espírito Joanna de Ângelis, para o Centro Espírita, fundamentada nos ensinos de Allan Kardec: Espiritizar, Qualificar e Humanizar.

Miriam Feuerharmel apresentou os dados colhidos no censo e os métodos empregados na APSE, destacando texto do Espírito Emmanuel, do livro Vinha de Luz: Caridade Essencial.

A proteção social e a APSE – Diálogo e articulação coube a Edvaldo Roberto de Oliveira, do Rio de Janeiro, que destacou o apoio que se dá e se recebe, na família e na sociedade humana.

Antecipando o retorno de Divaldo à tribuna, Juan Danilo Rodriguez Mantilla interpretou You Raise Me Up, em emotivo clima geral.

Incansável, Divaldo ainda encontrou um breve tempo para autógrafos, cumprimentos, abraços e muitas, muitas fotos.

Yara Regina Franke Lanuis e Marlene Bertoldo da Silva, da FERGS; Jean Carlo Michel, da FEC, Melciades Lezcano, do Paraguai atenderam ao convite da Federativa, enquanto a equipe sulina do livro da LEAL igualmente se fez presente.

Os sorrisos, os demorados aplausos, as manifestações de apreço aos expositores atestaram do êxito do Encontro.

E muitos parabéns chegaram para a Diretora da APSE, que contou com a participação das áreas do Atendimento Espiritual no Centro Espírita (recepção), da Comunicação Social Espírita (registros fotográficos) e do DIJ (alimentação), além do envolvimento dos funcionários da FEP.

Foto: Ewandson Ferreira

Assine a versão impressa
Leia também