Jornal Mundo Espírita

Setembro de 2019 Número 1622 Ano 87

16º movimento você e a paz

fevereiro/2014 - Por Paulo Salerno

O Movimento Você e a Paz é um movimento não religioso e apolítico. Foi idealizado e colocado em prática em 1998, por Divaldo Pereira Franco, tornando-se, onde é apresentado, em um catalisador da divulgação da paz, em uma visão de não-violência, da paz interior.

Na noite de 12 de dezembro de 2013 o evento foi realizado na Praça do Imbuí, um bairro de Salvador, Bahia.

Testemunhando sua dedicação em bem divulgar o Espiritismo, Divaldo, recém-chegado de um profícuo roteiro doutrinário na Espanha e no Marrocos, cativou e motivou, com sua eloquência, aos que o escutaram, inclusive das janelas dos prédios do entorno da praça.

A proposta apresentada foi a da adoção de hábitos de não violência, desarmando-se intimamente, desenvolvendo o potencial de amor que jaz latente em todos.

Estavam presentes, ou representadas, lideranças do Movimento Espírita de Salvador, das caravanas de Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, da Itália e de Zurique, Suíça.

Prosseguindo, a 14 de dezembro, a atividade foi realizada na Praça da Paz Celestial, no Bairro da Paz, com apresentação do Grupo de Capoeira Paz, integrado por crianças e jovens moradores do bairro e integradas no Centro Espírita.

Em sua fala, Divaldo destacou que as emoções em desequilíbrio são suscetíveis de desencadear a violência em todos os seus matizes; que somente o amor possui a força necessária para deter a violência e que é possível ser feliz em todos os lugares onde o ser humano se encontra, basta ter a paz da consciência tranquila.

Dique do Tororó foi a etapa seguinte, a receber o Movimento, a 15 de dezembro.

Divaldo homenageou Jesus, o Mestre Nazareno, e o Seu Código do amor.

Parafraseando Martin Luther King Júnior, disse que tem um sonho, um sonho de ver as criaturas serem fraternas, amáveis e amorosas, pacíficas.

O ponto culminante, como acontece todos os anos, se deu na Praça Dois de Julho, ou Praça do Campo Grande. As atividades tiveram início cedo, com entrevistas de Divaldo pela Rede Bahia de Televisão.

Houve apresentações artísticas, participações oratórias de Rute Brasil Mesquita,

Marcel Mariano e André Luiz Peixinho, este homenageando Nilson de Souza Pereira, desencarnado em 21 de novembro.

O Troféu Você e a Paz foi entregue a autoridades que desenvolvem esforços na construção de um melhor futuro, em favor da cidade de Salvador e do estado da Bahia; pessoas físicas, por serviços prestados à educação, à informação,à justiça; a instituições, que desenvolvem ações em benefício social.

Divaldo encerrou as atividades com sua aguardada oratória, em que enfocou o perdão, a substituição da violência pelo amor, pela afabilidade, pela ternura, pela dulcificação dos sentimentos.

Nando Cordel se fez presente em todos os eventos, sendo os versos da sua canção Paz pela Paz cantados e repetidos em cada um dos momentos do 16º Movimento Você e a Paz.

 Fotos: Jorge Moehlecke

Assine a versão impressa
Leia também