Jornal Mundo Espírita

Maio de 2019 Número 1618 Ano 87
Notícias das URES Envie para um amigo Imprimir

11ª URE

Encontro de Dirigentes Espíritas – ENDESP

abril/2017 - Por Neusa Ciriaco Coppola

Com o lema, Nossa tarefa é nossa missão, aconteceu nos dias 4 e 5 de março, a 15ª edição, no anfiteatro da Universidade Federal Tecnológica do Paraná, Campus de Campo Mourão, com a participação de cento e vinte dirigentes e coordenadores das diversas áreas das casas espíritas que compõem as UREs da Inter-Regional Noroeste: 7ª (Maringá – Victor Hugo de Almeida, presidente); 8ª (Nova Esperança – Maria Rita de Lima Souza, presidente); 9ª (Umuarama – Lair Carbonera, presidente) e 11ª (Campo Mourão – Edson Mundin Ferreira, Presidente).

A FEP se fez representar pelo seu 1º vice-presidente, Danilo Arruda da Luz; os membros do Conselho Federativo Estadual – CFE, João José Dorociaki, Lannes Boljevac Csucsuly, Osvaldo Monteiro, Wandrey Mundin Ferreira e Marco Antônio Negrão, do Departamento de Unificação.

O ENDESP iniciou na década de 1990, numa ação conjunta das quatro UREs, com o propósito de fortalecer o Movimento Espírita na região Noroeste, com  o objetivo de promover a aproximação e união entre os dirigentes espíritas; a reflexão sobre seu compromisso como trabalhador na casa espírita e no movimento espírita; compreensão do papel e importância das suas atividades nas casas espíritas; a relevância do estudo doutrinário continuado no processo da qualificação; as dificuldades de transposição do conhecimento doutrinário para a ação prática, reclamando renúncia, devoção e comprometimento com a causa espírita.

Coordenou o evento Sandra Della Pola, conhecida dos espíritas paranaenses pelas tantas vezes que vem prestando colaboração, na qualidade de oradora em conferências, simpósios, encontros estaduais e regionais, e pelos cursos de qualificação de trabalhadores espíritas que administra pelo Estado.

Profundas reflexões foram realizadas, com trabalho em grupo e nas exposições de Sandra, que elucidou questões delicadas, com embasamento nos livros psicografados por Divaldo Pereira Franco e Francisco Cândido Xavier, concluindo com o capítulo XX, Os trabalhadores da última hora, de O Evangelho segundo o Espiritismo,  com ênfase no item 5, Os obreiros do Senhor.

Destacou a primazia de valor que todos precisamos ter na divulgação da Doutrina Espírita, devendo trabalhar com esmero os conteúdos espíritas nas diversas tarefas. Relembrou o querido Francisco Cândido Xavier quando afirmou que a doutrina precisa de explicador e não de expositor, deixando clara a necessidade do estudo, o compromisso e comprometimento com a causa espírita.

No encerramento, com muita emoção, João José Dorociaki lembrou que Sandra, com sua sensibilidade mediúnica, numa perfeita sintonia com os benfeitores que visam o crescimento do Movimento Espirita, resgatou a mesma linha de raciocínio sugerida por Raul Teixeira no 1º ENDESP, abordando o mesmo capítulo de O Evangelho, levando-nos a concluir do quanto os Espíritos interferem em nossas vidas.

Foto: Paulo Moro

Assine a versão impressa
Leia também